Plin - Psicologia Infantojuvenil. Site especializado em conteúdo psicológico para crianças e adolescentes

Perguntas e respostas sobre a mudança de escola

Perguntas e respostas sobre a mudança de escola
por Flávia Lacerda

De modo geral, temos resistência à mudança não é mesmo?! Até escrevemos um texto aqui no Plin sobre: como ajudar os filhos a lidarem com a mudança e a perda.

Mas quando se trata de mudança de escola, existem algumas peculiaridades e também algumas dicas simples que podem auxiliar para que esse processo seja mais leve.

O período de matrículas geralmente se inicia em Outubro. Olhar com antecedência a escola do seu filho e tomar a decisão com calma, pode ajudar tanto em uma escolha mais acertada quanto na adaptação à nova rotina.

 

– Quais critérios devo utilizar para escolher a melhor escola para o meu filho?

Semelhança  dos valores da instituição com os valores da família, proposta pedagógica e grade curricular, proximidade da escola com a casa, espaço físico, orçamento familiar, possibilidade ou não de período integral são alguns critérios importantes no processo de tomada de decisão.

 

– Meu filho deve participar do processo de escolha da mudança de escola?

Sim! É necessário que as crianças e adolescentes se sintam pertencentes neste processo de decisão tão importante e que pode impactar de forma significativa na rotina deles. É claro que a decisão final é dos pais! Mas levá-los para conhecer a nova escola e ouvir sua opinião sobre a mudança também é fundamental.

Com os adolescentes, a participação deve ser maior. Vocês podem montar uma planilha juntos com os prós e contras da instituição que visitaram. Colocar no papel suas impressões e questionamentos, ajuda no processo de tomada de decisão.

escola-7

 

– Meu filho tem muita resistência à mudança. Como ajudá-lo na adaptação à nova escola?

Explique os motivos para a mudança de escola e também o envolva no processo. É importante levá-lo para conhecer o espaço, mostrar sua sala de aula,  apresentar alguns professores antes mesmo do início das aulas. A adaptação começa também no processo de decisão de qual escola o seu filho irá estudar.  Em alguns momentos, as crianças podem se sentir tristes, ansiosas ou com raiva. Mostre que todos esses sentimentos são normais. Costumamos nos sentir assim em momentos de transição, não é mesmo?!

Caso a criança apresente dificuldade no relacionamento com os colegas, professores e continue pesarosa com a mudança mesmo depois de um tempo, é necessário agendar um horário para conversar com o orientador educacional.

 

Um abraço carinhoso,

Flávia

Flávia Lacerda Psicóloga. Mestre em Psicologia (UnB). Facilitadora do Programa Friends for Life - Pathways Health and Research Center. Pós-graduanda Terapia de Casais e Famílias (PUCGO). Sócia e colunista do Plin.

2 comentários para “Perguntas e respostas sobre a mudança de escola”

  1. Magda. disse:

    Oi Flávia!! Valeu muito o texto porque em 2017 o Daniel sai do Cresça para o Marista Asa Norte!!.

    1. Flávia Lacerda disse:

      Oi, Magda! Tudo bem? Que bom que o texto te ajudou! Eu e a Etiene estamos escrevendo os textos com muito carinho!
      Um beijo grande pra você e o Dani! Sempre envie notícias de vocês, viu?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *