Plin - Psicologia Infantojuvenil. Site especializado em conteúdo psicológico para crianças e adolescentes

Limites – quando você pode dizer sim e sabe dizer não!

Limites – quando você pode dizer sim e sabe dizer não!
por Etiene Macedo

Educar é uma missão. Linda na teoria, mas na prática,  torna os pais repetitivos, chatos e às vezes enlouquecidos. Diariamente novos desafios surgem ou dilemas se repetem, colocando à prova a paciência e autoridade dos pais.

Após inúmeras tentativas que vão desde simples explicações até ameaças e punições, os adultos se sentem sem controle. Cedem aos limites anteriormente estabelecidos e desenvolvem uma comunicação ambígua e confusa.

Essa ambiguidade resulta em mais conflitos. A criança se sente insegura sobre o que pode ou não fazer, sobre como seus pais esperam que ela se comporte em situações específicas. Por ausência de regras claras, ela provoca, busca e testa os adultos para compreender até onde pode ir, ela busca os limites.

Compreender a função do limite, da regra estabelecida, ou seja, a quem e para quê ela serve, é o primeiro passo para que a comunicação com a criança seja efetiva e constante.

Por exemplo, algumas vezes os pais dizem “não” por capricho e dizem “sim” quando não sabem o que fazer ao se sentirem interpelados pelos filhos com insistência, chantagem e birra. Muito cedo, as crianças percebem e reagem com resistência a essas incoerências.

Para criar um ambiente mais amoroso e menos permissivo, onde pais exercem a autoridade de modo positivo e legítimo, alguns aspectos são importantes:

♥ Se você tem certeza que tomou a decisão certa, não recue! Não ceda à chantagem, insistência, oposição, teimosia e birra. Mesmo em público (as famosas birras de supermercado, por exemplo), mantenha sua decisão.

♥Nunca crie regras que não serão cumpridas! A autoridade dos pais é enfraquecida quando as regras não são cumpridas, por isso, ao estabelecer uma norma, seja coerente com a sua rotina e com a rotina de suas crianças.

♥Explique com detalhes quais são as regras. Depois de explicar, peça para elas repetirem o que entenderam. Assim você saberá como elas compreenderam o que você disse. As crianças se sentem seguras quando são orientadas sobre o que e como fazer.

♥Seja coerente com a idade cronológica e o nível de amadurecimento de seu filho. Para as crianças é importante delimitar com clareza o que pode e o que não pode ser feito. Com adolescentes, os resultados são melhores quando eles também participam da elaboração das regras.

♥Reconheça sempre o esforço de seu filho para cumprir as regras e combinados. O amor cabe nos limites!

Um abraço,

Etiene

____________________________

Referência:

Steinberg, L. (2005). 10 princípios básicos para educar seus filhos. Rio de Janeiro: Sextante.

Etiene Macedo Psicóloga com mestrado e doutorado em Psicologia Clínica (UnB). Especialista em Terapia de Casais e Famílias (PUCGO). Professora universitária. Sócia e colunista do Plin.

3 comentários para “Limites – quando você pode dizer sim e sabe dizer não!”

  1. Gemmima disse:

    Meninas, que dicas preciosas. Adorando!! Sucesso.

    1. Etiene Macedo disse:

      Gemmima,
      Muito obrigada pelo feedback! Conte conosco!
      Um beijo
      Etiene e Flávia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *