Plin - Psicologia Infantojuvenil. Site especializado em conteúdo psicológico para crianças e adolescentes

A chegada de um novo bebê na família

A chegada de um novo bebê na família
por Flávia Lacerda

A chegada de um novo bebê na família pode ser uma notícia muito bem recebida por todos ou então algo bastante angustiante para os pais e para os demais membros. As crianças, mesmo as muito pequenas, percebem que algo mudou na rotina e na dinâmica da família. Por esse motivo, é muito importante que os pais não tentem adiar a novidade e que comecem o mais cedo possível a preparar o seu filho para convivência com o irmãozinho.

Antes do nascimento do bebê, tente deixar sempre um tempo livre para o contato com seu filho maior. Diga ao seu filho mais velho o quão você se sente feliz por poder passar momentos com ele. Tente manter esse tempo exclusivo após da chegada do bebê.

Ajude-o a perceber as vantagens de ser o primogênito: “Como a sua irmã é bebê, ela não consegue andar de bicicleta. E você anda de bicicleta muito bem!”

Acolha os sentimentos do seu filho em relação ao irmão menor. Eles podem se sentir bastante felizes, mas em alguns momentos, tristes, com medo de “perder” um espaço no coração dos pais e também com bastante raiva do irmãozinho. Nesses momentos, converse com o seu filho mais velho que não é problema ele ficar bravo com seu irmão às vezes. Explique que todas as crianças se sentem assim com a chegada de um bebê.

Peça ao seu filho para ajudar um pouquinho no cuidado do bebê, como por exemplo, empurrar o carrinho, cantar uma música de ninar. Mas lembre-se, isso não deve se tornar uma obrigação do seu filho! Deve ser apenas uma forma para ajudar a criança a se sentir importante e pertencente ao processo. Além disso, isso aumenta o vínculo entre os irmãos.

Ter um irmão pode ser uma linda experiência! Com o meu irmão, aprendi uma nova forma de amar, perdoar e dividir! Tivemos muitas brigas, mas principalmente muita cumplicidade, diversão e amor!

Com carinho,

Flávia

irmãos plin

(Ps: Olha eu apertando o meu “manim”. Muito fofinho ele, não é mesmo?! Rs!).

Flávia Lacerda Psicóloga. Mestre em Psicologia (UnB). Facilitadora do Programa Friends for Life - Pathways Health and Research Center. Pós-graduanda Terapia de Casais e Famílias (PUCGO). Sócia e colunista do Plin.

2 comentários para “A chegada de um novo bebê na família”

  1. Sanderson disse:

    Gostei muito do texto. Passamos por isso com o Rafa quando Pedro chegou.

    1. Flávia Lacerda disse:

      Oi, Sanderson! Fico feliz que tenha gostado do texto! Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *